Lactancia materna y ecología

A lactancia materna e ecológica

A lactancia é o processo pelo qual a mãe alimenta ao recém nascido a través do peito, o qual gera o leite imediatamente depois do parto. Esse leite deve ser o principal alimento do bebé pelo menos até os dois anos. A ecologia é a parte da biologia que estuda as relações dos seres vivos com o médio ambiente. Qual é a relação entre os dois termos?

A lactancia materna tem milhões de benefícios para a saúde da mãe e do bebé, embora faz tempo que existem outros possíveis benefícios da lactancia materna. De fato, alguns deles mostram o importante vínculo que existe entre o leite materna e fenômenos como a mudança climática.

Um das investigações mais recentes foi feita pelos doutores do Imperial College London (ICL). Os próprios cientistas do ICL escreveram um artigo para o BMJ no qual fala que "dar o peito durante seis meses supõe uma poupança de 95 e 154kg de emissões de CO2 pelo bebé em comparação com o leite de fórmula".

Além disso, falaram que a indústria alimentaria, em concreto a carne e lácteos, contribui ao redor do 30% dos gases do efeito estufa. "A maioria das fórmulas estão feitas por leite em pó de vaca e o metano do gado é um potente e significativo aumento do efeito estufa, ao tempo que o leite de vaca tem uma marca hídrica de até o 4.700 litros por quilograma de pó".

Esse estudo fala também que "a quantidade de água quente necessária para aquecer o biberão do leite de fórmula implica um gasto anual de energia equivalente a carregar 200 milhões de telefones". No Reino Unido, "as poupanças de emoções de carbono obtidos a partir da ajuda da amamentação equivalem a 50.000 e 77.500 carros cada ano".

Por esses motivos são milhões os expertos que exigem medidas de urgência por parte dos governos para apoiar a lactancia materna como parte de um compromisso global para reduzir a quantidade do carbono em todas as esferas da vida. Sem dúvida, as vantagens do leite materna são inquestionáveis: o peito é mais saudável para o bebé e para o meio ambiente.

Lembra que: "amamentar é o mais natural e ecológico porque não gera resíduos e é gratuita”.


Gráfico sobre la protección de la naturaleza

18 de outubro, Dia Mundial da Conservação da Natureza

Há mais de 50 anos que, o dia 18 de outubro, é comemorado como o Dia Mundial da Conservação da Natureza. Esse dia sigue o objetivo de um desenvolvimento mais sustentável por parte dos países, sem prejudicar sua natureza. Aproveitar os recursos do mesmo jeito que proteger a natureza.

Por que se comemora o dia 18 de outobro?

O 18 de outobro de 1872 o ex-presidente de Argentina pronunciou em Madrid um discurso que falava assim:

"Chegou a hora no qual os povos e os governos do mundo têm consciência do suicido começado pela humanidade através da poluição do meio ambiente e a biosfera, do esgotamento dos recursos naturais, o crescimento continuo da população e a alta valoração da tecnologia. É preciso reverter a direção, através de uma ação internacional".

Nessa época secretário da ONU, Kurt Waldheim, escutou esse discurso e o falou na Assembleia Geral da ONU. Depois disso, Waldheim consigiu instaurar o dia 18 de outobre como o Dia Mundial da Conservação da Natureza.

Qual é o objetivo desse Dia Mundial?

Uns dos objetivos principais da ONU através da Agenda 2030, assim como de muitos governos, é conseguir que os países aproveitem os recursos renováveis que a natureza oferece sem esgotar eles. Esse objetivo tem os siguentes pontos:

- Utilizar fontes energéticas renováveis, assim como acabar com o uso do petróleo.

- Reciclar e reutilizar as matérias descartáveis que não tenham mais de um uso.

- Reduzir os automóveis mais antigos e substituir esses carros por outros que usem biocombustíveis ou energia elétrica solar.

- Construir urbanismos de tetos verdes.

- Gerar composta orgânica em nossas casas para reduzir o lixo.

- Reduzir o consumo de plásticos.

- Reduzir o carbono

A conservação da natureza, dos ecossistemas e da biodiversidade é responsabilidade de todos os seres humanos, assim como das instituições, que devem criar novas leis ambientais.

O que fazer para comemorar o Dia Mundial da Conservação da Natureza?

Para comemorar esse dia o melhor que podes fazer é explicar a teus filhos o que acontece e por que se comemora essa data. Também sempre é bom ter o hábito de reciclar, reduzir, reutilizar, cuidar das plantas, não gastar água ou eletricidade.

Algumas ONG's realizam atividades durante esse dia como: a planta de árvores, talher de artesanatos ou limpeza de praias e parques.


Mamá haciendo foto a su hijo

Como tirar fotos do teu bebé?

Está a chegar a época na qual desejamos ter fotos da nossa criança para lembrar dela nessa etapa ou simplesmente para dar de presente algum familiar. Não é fácil tirar fotos da criança porque ela não vai posar para ti. Se estás a pensar em fazer fotos do teu filho, podes leer as siguentes dicas.

- Ambiente. Para conseguirmos umas boas fotos do bebé sem que esteja a chorar, precisas criar um ambiente adequado. O principal é tentares que teu filho esteja confortável e não perceba a actividade como uma coisa alheia e fora da sua rotina. É bom falares com tom suave e nunca falar o que estás a fazer. O ideal é conseguires sua diversão, para isso, podes trazer brinquedos.

- Cenário. Se é tua casa onde vás tirar as fotos, procura encontrar uma zona com muita iluminação. A cama é o lugar ideal porque o bebé ficará confortável, coloca almofadas. Outra opção pode ser no chão.

Os vestíbulos ou os parques com árvores são cenários interessantes para escenar teu bebé. Evita tirar fotos durante as horas de máximo calor como por exemplo o meio dia.

- Luz. É bom achares uma luz suave durante toda a sessão. Se não estares a trabalhar a foto de estudo, o melhor é a luz natural. Tenta evitar o flash, alguns pediatras não recomendam para a criança. O flash pode prejudicar a criança e assustar ela.

- A câmara contigo sempre. Não sabes quando será o momento perfeito para conseguir a foto perfeita da criança, por isso é bom levares sempre contigo a câmera. Permite que teus filhos expressem suas emoções. As fotos serão mais naturais se capturar teu bebé durante sua rotina diária.

Algumas dicas:

- Nunca peças para a criança para ela sorrir, consigue tú seu sorriso. Evita falar " um sorriso para a câmera" porque o único que conseguirás é uma pose artificial e que ele fique nervoso.

- Opção crianças. Se tua câmera tem essa opção, escolhe ela para evitar que seus movimentos estraguem a foto.

- Utiliza o modo multishot. Dessa forma, quantas mais fotos tires maior é a possibilidade de dar certo.

- Hoje em dia, a tecnologia permite editar as fotos. É bom colocares brinquedos ou incluso algum rótulo.

Para que as fotos sejam sucesso, o mais importante é teres paciência e saberes detetar o momento adequado.


Sabías que ños

Sabias que os nutrientes da leite materna dependem do sexo do bebé?

É assim, os nutrientes da leite materna variam segundo se esteja a alimentar um menino ou uma menina para poder satisfazer suas necessidades de crescimento.

Essas são as conclusões que chegaram os cientistas através dos estudos realizados tanto em leite materna humana como de macacos que têm demostrado que os níveis de gorduras, proteínas, minerais, vitaminas, açúcares e hormonas variam não só de uma etapa para outra, também segundo o sexo do bebé. A composição da leite materna influi não só no desenvolvimento e crescimento, também na parte intelectual e afeta ao comportamento e temperamento.

Os estudos realizados mostravam que a leite materna em macacos Rhesus conta com um 35% mais de gordura e proteína para os bebés varões, e menos gordura mas mais cálcio para as fêmeas.

O estudo analisou os niveis da hormona do estresse cortisol na leite materna e como afetou ao comportamento do bebé porque uns níveis altos de cortisol faz que o bebé esteja mais irritável. Dessa forma, os resultados demostraram que as macacas ficaram mais nervosas quando o cortisol estaba alto não começo da latancia, enquanto os machos se comportaram mais nervosos quando o cortisol aumentava com o tempo.

Em resumo, as mães produzem leite materna de maneira diferente para os bebés masculinos do que os bebés femininos. Por isso, poderia precisar também criar leite de fórmula diferente segundo o sexo do bebé, embora deveriam fazer muitos estudos para saber que componentes variam e como replicar essas variacoes.

As diferenças afetam ao desenvolvimento?

Todos os estudos têm servido para confirmar que a leite materna varia segundo o sexo do bebé, e por isso parece ter uma especial importância no momento de proteger a saúde e o desenvolvimento das crianças, especialmente aquelas que são alimentadas só com leite de fórmula.

Por isso, estão a fazer mais estudos novos que permitam conhecer as diferenças específicas do sexo na composição da leite materna ao longo de toda a latancia para criar estratégias nutricionais específicas do sexo correspondente.

Essas investigações permitiram optimizar e melhorar o desenvolvimento das meninas e dos meninos em todos os níveis.

Fontes:

Hinde K., Foster A.B., Landis L.M., Rendina D., Oftedal O.T., Power M.L. Daughter dearest: Sex-biased calcium in mother’s milk among rhesus macaques. Am. J. Phys. Anthropol. 2013;151:144–150. doi: 10.1002/ajpa.22229.


Desarrollo del lenguaje en los bebés

Quando o bebé começa entender o que falas?

A comunicação é uma das conexões mais fortes e desejadas que existe entre os pais e os filhos, mais ainda entra a mãe e o filho. Desde que o bebé está se formando no interior da mãe, pode escutar o que tú falas.

Sempre se falou que é recomendável falar perto da barriga da mãe quando o bebé está dentro. Não é só uma costume, pois todos os estudos demostram que esse ato fomenta as conexões neuronais e seu posterior desenvolvimento. Embora seja impossível que entendam o que falamos, desde esse momento o feto pode ouvir e reconhecer o ritmo da falar e as vozes dos pais.

A partir do nascimento, segundo a idade que tenha, o bebé vai desenvolvendo e aprendendo a forma de comunicação e de entendimento.

Durante seu primeiro mês de vida é capaz de distinguir o tipo de emoção que recebe, raiva, alegria, tristeza, nervosismo... Por isso, deves pensar como te dirigir para ele. Em menos de um mês já capta o tom, o sorriso ou as palavras.

De dois a três meses o bebé é capaz de entender o sorriso e incluso ele pode sorrir. Também começa imitar sons. Nesses meses ele tenta se comunicar contigo. A partir dos três meses ele começa reconhecer seu "eu", ou seja sabe quando falam para ele. Reconhece seu nome. Também diferença entre os conhecidos e os desconhecidos.

Antes de fazer o primeiro ano de vida sabe o que é "não" e o que é "sim" e entende ordens mais fácies como o ato de: "come" ou "bebe". Aqui chega uns dos momentos mais esperados para os pais: ele fala suas primeiras palavras que geralmente são "pai" e "mãe". Normalmente, a maioria costuma falar antes "pai" porque tem uma fonética mais fácil para eles. Até os 18 meses não farão frases.

Com dois anos para frente melhora muito sua compreensão e comunicação, embora talvez tenha problemas de pronunciação.

A partir dos seis anos, quando começam a escola, sua empatia e suas relações sociais aumentam. É o momento em que estão rodeados de outras crianças.

Também saberá melhor as normais de comportamento e regras sociais.

Deves saber que esses avanços não são exatos para todas as crianças, pois cada criança tem seu ritmo e desenvolve as capacidades quando queira ou quando possa. Alguns mais cedo e outros mais tarde, não te deves preocupar.

Só te deves preocupar nos casos muito extremos quando por exemplo com 15 meses de vida, teu bebé não sorri, não enxerga as coisas e não reconhece seu nome. Nessa situação, deverás ir no pediatra para fazer revisão.


Estimulação do bebé na água

Estimulação do bebé na água

Ainda teu bebé não teve contato com a água? É a primeira vez que toma banho fora da banheira? Não sabes como começar? É normal que o bebé sinta medo das praias ou piscinas, não deves ficar  preocupada por isso. Porém, se a criança ainda não teve contato com o meio aquático é bom se familiarizar antes dos seis meses de idade.

O primeiro que deves saber é que a criança precisa se sentir com segurança na água. É um entorno totalmente novo para ela, por isso precisa de uma boa estimulação aquática para ela não ter pavor da água. Uma estimulação eficaz consegue fazer do banho uma atividade divertida. Para que a criança esteja confortável os pais podem ficar com ela dentro do água enquanto fazem jogos, músicas, exercícios... Em resumo, entreter o bebé para que relacione esse ambiente aquático com um ambiente de diversão. Aliás, os bebés conseguem achar na água uma sensação muito parecida com a sensação que tinham dentro do útero materno.

Benefícios da estimulação aquática nas crianças

1. Fortalecer o vínculo paternal: é sempre bom o desenvolvimetno do apego entre mães e pais.

2. Ajuda ao desenvolvimento sensorial:é um âmbito totalmente novo para o bebé, então também serão novas as sensações que obtenha da experiência.

3. Aumento da percepção visual e tátil:na água se desenvolverá uma nova percepção tanto visual como tátil. Deves lembrar que é um mundo inexplorado para eles e podem gostar como desgostar.

4. Relaxa a criança:o banho na piscina pode ajudar o relaxamento da criança.

5. Aumento da fome:depois de um movimento continuo, se gastam mais calorias então é fácil que tenha muita fome depois da atividade.

6. Estimula sua consciência:a estimulação aquática também fará que os bebés aprendam novos conceitos como "acima e abaixo


Benefícios das histórias

Benefícios das histórias

As histórias são muito benéficas para o desenvolvimento das crianças, pois através delas é fomentada a sua ligação aos pais, aumenta o seu vocabulário, desenvolvem-se os sentidos, é estimulada a sua imaginação... Em suma: leia histórias aos seus filhos.

 

Read more


O uso de andadores é recomendado

O uso de andadores é recomendado?

Nos últimos anos tem havido muita controvérsia em torno da questão, uma vez que as gerações anteriores os recomendam, deixando os pais de hoje sem saber o que fazer. 

 

Os estudos atuais dizem-nos que os andadores não são recomendáveis devido ao risco de queda, à adoção de má postura ao caminhar e à falta de noção do seu espaço, não representando qualquer vantagem para a aprendizagem do bebé.

 

Mas se, ainda assim, deseja que o seu bebé utilize um andador, aconselhamos-lhe a deixar que o use apenas durante um curto período do dia para que brinque um pouco. O mais recomendável é que o utilize como apoio e o arraste, sem estar sentado; isto irá ajudar a estimulá-lo a andar.

 


Mastoidite nas crianças

Mastoidite nas crianças

A mastoidite é uma infeção do osso mastoide (situado por trás da orelha), mais frequente em crianças que sofrem de otites graves recorrentes. Normalmente exige hospitalização e, em alguns casos, cirurgia. 

 

A mastoidite é uma infeção do osso mastoide situado no crânio, detrás da orelha. É composto por pequenos seios que drenam o ouvido médio, estando em contacto direto com ele, e qualquer infeção no ouvido médio pode chegar ao mastoide.

 

Os principais sintomas desta doença são:

 

    • Secreção do ouvido

 

    • A pele que reveste o osso pode ficar avermelhada, inchada ou doer.

 

    • O ouvido externo desloca-se para baixo e para o lado.

 

    • Dor de ouvido forte

 

    • Febre

 

    • Dor de cabeça

 

    • Irritabilidade e choro

 

 

Como dizíamos acima, esta doença é mais comum em crianças que tenham sofrido de várias infeções do ouvido médio muito seguidas.

 

Para confirmar o diagnóstico é necessário fazer um TAC do ouvido e da cabeça e uma radiografia do crânio.

 

Nos tempos que correm, não é uma doença grave, mas normalmente exige uma hospitalização, uma vez que os medicamentos necessários para tratar a infeção têm que ser administrados por via intravenosa sob controlo médico.

 

Por vezes, é necessário recorrer à cirurgia para ajudar a drenar o líquido do ouvido médio, através de uma miringotomia, que consiste em fazer um pequena abertura no tímpano para drenar este líquido e aliviar a pressão do ouvido. É colocado um pequeno tubo na abertura do tímpano para impedir que se acumule mais líquido. Normalmente, estes tubos caem por si, entre 6 a 12 meses depois da sua colocação.